terça-feira, 11 de novembro de 2014

I Workshop - Orientar visitas turísticas na Reserva da Faia Brava



Associação Transumância e Natureza (ATN), em parceria com a Fundação Côa Parque e com o apoio da iniciativa europeia Rewilding Europe e da Fundação MAVA, organiza o I Workshop - Orientar Visitas Turísticas na Reserva da Faia Brava. O workshop inclui um total de 42 horas de sessões em sala e no campo e será realizado de 25 de Novembro a 15 de Dezembro de 2014, em horário pós-laboral e durante os fins-de-semana.

A ATN pretende que as empresas de animação turística, proprietários de casas de campo locais e outros interessados que queiram dinamizar as suas actividades na Reserva da Faia Brava o possam fazer de forma autónoma. Pretende ainda que um conjunto de jovens e adultos que vivem na região, de diferentes formações, fiquem habilitados a orientar visitas na Faia Brava e possam ser contratados para tal sempre que necessário. 

A ATN é a proprietária e gestora da Reserva da Faia Brava, a primeira área protegida privada do país, localizada no Vale do Côa, concelhos de Figueira de Castelo Rodrigo e Pinhel. A Reserva estende-se ao longo de cerca de 800 hectares, junto ao vale escarpado do rio Côa, sendo um local de elevada importância para a nidificação de aves, designadamente o abutre do Egipto e a águia de Bonelli. Na Faia Brava está a ser implementada uma estratégia de conservação de natureza e de valorização do património natural, que inclui tanto acções práticas de restauro ecológico, como acções de apoio à regeneração natural de matos e bosques, em áreas agrícolas abandonadas, com o objectivo de criar espaços para a natureza, uma nova oportunidade para a vida silvestre e para as pessoas.


O workshop será composto por módulos, num total de 19 horas sessões teóricas e 21 horas de sessões práticas, na Reserva da Faia Brava. Todos os participantes serão submetidos a uma análise final por parte de um painel de especialistas que determinará se estão aptos a orientar visitas e outro tipo de ações e eventos na Faia Brava. Esta análise final inclui uma componente prática com a duração de 3 horas – a orientação de uma visita – e uma componente teórica de 30 minutos.


MÓDULOS
- A história e estratégia da ATN; a Reserva da Faia Brava (1hora);
- A renaturalização, Projecto Rewilding Europe (1 hora); 
- Projectos em curso e legislação de enquadramento (2 horas); 
- A evolução florestal e a flora do Vale do Côa (teórica e prática) (7,5 horas);
- A fauna do Vale do Côa (com componente teórica e prática) (8 horas)
- A pré-história recente no Vale do Côa (teórica e prática) (6 horas);
- O castro de Cidadelhe (1 hora);
- A geomorfologia e a arte rupestre no Vale do Côa (3 horas);
- A motivação e acolhimento de visitantes (1,5 horas).
- Visita demonstrativa e visita-teste (prática) (7,5 horas);
- Avaliação (teórica e prática) (3,5 horas).

PÚBLICO-ALVO
Todos os interessados em natureza e arqueologia, que desejem fazer parte do grupo de pessoas habilitadas para orientar visitas na Reserva da Faia Brava;
Empresas de animação turística que queiram dinamizar actividades na Faia Brava;
Casas de campo/alojamentos rurais locais que queiram dinamizar actividades na Faia Brava.

REQUISITOS
Não existem pré-requisitos eliminatórios. 
O domínio de línguas estrangeiras como o inglês, francês ou alemão será uma mais-valia para os participantes.

CONDIÇÕES
1.       Todos os módulos são de presença obrigatória.
2.       É obrigatória a inscrição de sócio na Associação Transumância e Natureza.
3.       A formação tem um custo de:
    a.       Individuais: 55€
    b.      Empresas: 100€ podendo participar até um máximo de 2 pessoas. A partir deste número será cobrada um valor de 30€ por pessoa.
4.       Ao custo de formação acresce a taxa de inscrição de sócio (20€).
5.       Apenas os participantes que obtenham o certificado de participação e a aprovação final poderão realizar as suas actividades na Reserva da Faia Brava, mediante a aceitação dos termos da Associação Transumância e Natureza.
6.       A Associação Transumância e Natureza reserva-se no direito de considerar ainda não apto quem, no final das sessões e da análise final da prestação de cada participante, não demonstre as competências necessárias a uma boa prestação na Reserva da Faia Brava. 


Mais informações para geral@atnatureza.org ou através do telefone +351 271 311 202.
As inscrições são limitadas a 15 participantes.
Os pagamentos deverão ser feitos para a conta da Associação Transumância e Natureza:

Caixa Geral de Depósitos 
Nome: TRANSUMÂNCIA E NATUREZA – ASSOCIAÇÃO; NIB: 003503180001454513072