GESTERRA COLHE AZEITONA DE OLIVAL ABANDONADO HÁ MAIS DE 20 ANOS

A Rotas e Raízes integra o projeto Gesterra -Gestão de Terrenos Abandonados.
Este projeto existe, há alguns anos, e tem como propósito diminuir o número de terrenos abandonados, promovendo o seu tratamento, gestão e limpeza. 
A zona do Interior Centro do país sofre com a desertificação e envelhecimento da população. A falta de pessoas que tratem e limpem os terrenos e a diminuição do pastoreio, resultam no aumento de terrenos abandonados, que são perigos iminentes, em caso de incêndios.
A responsabilidade da limpeza dos terrenos é dos seus proprietários. O Gesterra é um projeto que pretende responder às necessidades e responsabilidades de quem é proprietário e não pode tratar os seus terrenos. O Gesterra propõe a gestão dos terrenos e a articulação com novos proprietários que queiram tornar-se responsáveis pelo seu tratamento.
Este ano, através do projeto Gesterra, foi cedido um olival, na aldeia de Rebelhos, freguesia da Bendada, concelho do Sabugal, que não é tratado há mais de 20 anos.
Apesar de tão longo tempo e das oliveiras não se encontrarem tratadas, colheram-se 480 KG de azeitona. O azeite resultante desta colheita, será engarrafado numa edição especial e limitada.
O valor angariado com a venda desta produção reverte no tratamento e gestão de outros terrenos abandonados.
Se tem terrenos que não estejam a ser tratados, recorra ao projeto Gesterra para lhes dar nova vida e acima de tudo que sejam limpos, por forma a evitar catástrofes como as vivenciadas, este ano no nosso país.




Turismo de Portugal

O Turismo de Portugal pretende afirmar Portugal como um polo de referência internacional na inovação, no empreendedorismo e na produção d...