A aposta nacional, e do Turismo do Centro em particular, na promoção do turismo religioso de raiz judaica abriu a porta ao desenvolvimento de uma rota que poderá servir de alavanca ao Interior. A descoberta faz-se seguindo o curso do rio Zêzere, e neste percurso cabe um pouco de tudo: santuários, sinagogas, caminhos de contemplação e História.

Leia aqui em baixo uma excelente reportagem do jornal mediotejo.net

Abertas as candidaturas a cursos de formação nas  Escolas do Turismo de Portugal  - até 22 de fevereiro O Turismo de Portugal gere uma re...